REGIÃO

A Região de Lisboa tem uma longa história na viticultura de Portugal, estendendo-se por cerca de 40 km a noroeste da Cidade de Lisboa, capital de Portugal.
Apresenta condições excelentes para a produção de vinhos de alta qualidade, graças ao seu clima temperado e também à grande influência atlântica a que está sujeita.

A sua área de vinha é constituída pelas tradicionais castas portuguesas e também pelas mais famosas castas internacionais, resultando numa grande variedade de vinhos, que são conhecidos pela sua boa relação qualidade/preço.

TOPOGRAFIA

Nascida na região de Lisboa onde a proximidade à costa do Atlântico e as prolongadas horas de sol juntamente à sua topografia predominantemente de meia encosta têm um impacto directo na qualidade dos vinhos produzidos pela Adega Cooperativa de Azueira, CRL.

Os seus solos originariamente jurássicos e cretáceos dão origem à composição argilo-calcária desde sempre recomendada para a produção de vinhos com bom teor de açúcar.

CLIMA

É notório um microclima húmido em Novembro e Dezembro e relativamente seco entre Junho e Setembro, tão propício ao desenvolvimento da vinha, dando origem a vinhos bastante vivos e aromáticos.

VITIVINICULTURA

Os principais vinhedos estão enquadrados pelas Serra do Socorro, Serra da Malveira, Serra da Vila, Picanceira e Encarnação situados nos concelhos de Mafra e Torres Vedras.

Os VINHOS TINTOS são compostos maioritáriamente pelas seguintes castas:

  • Castelão
  • Syrah
  • Aragonês - Tinta Roriz
  • Touriga Nacional
  • Alicante Bouschet
  • Caladoc

Os VINHOS BRANCOS são compostos maioritáriamente pelas seguintes castas:

  • Fernão Pires
  • Malvasia-Rei
  • Seara Nova
  • Arinto
  • Chardonnay